Dos encantamentos do caminho, mais um trecho…

(…)
Sendo a poesia mais bonita dos sentidos, que o amor que a gente espera venha, não exatamente como imaginamos, mas como merecemos. E que, por favor, goste de viajar, pois, no auge da minha loucura pessoal, confesso que já fiz todos os nossos roteiros; garanto que vais gostar, o pôr do sol tangerina de Florença é a sua cara.

(Frederico Elboni)
Trecho do texto “E se o amor que a gente espera nunca chegar?”

Anúncios