Ouvi falar do filme várias vezes acompanhado de uma advertência: jamais assista esse filme se você estiver de coração partido pelo fim de um relacionamento! Obviamente fiquei pensando: o que há de “errado” com o filme? Será o tipo de filme que você passa semanas pensando nele, chorando pelos cantos?! Continuar lendo “Um filme e um poema…”